Tom faz de novo #01: Peladão na festa surpresa

Essa é a primeira de uma série de histórias que aconteceram comigo (ou não) em que eu me ferrei legal.

Era noite de meu aniversário de 14 anos e, como todo nerd, eu comemorava no computador com meus amigos virtuais. Eis que então meus pais dizem:

– Filho, nós vamos ali comprar um bolinho pra você. Comporte-se, ok?

– Opa, pode deixar mãe!

Achei aquilo muito bom: iria ficar sozinho em casa e não tinha melhor maneira de se comemorar um aniversário do que tendo prazer. É o que eu mais gosto.

Estava com muito tesão, por isso me apressei com aquilo. Certifiquei-me de ouvir o barulho da porta se fechando e então tirei toda a roupa.

Entrei no XVideos e coloquei logo num gangbang insano que estava entre os melhores videos da semana. E então começou a diversão!

Não deram dez minutos desde que comecei a fazer meu prazerosos e incansáveis movimentos repetitivos que o telefone tocou.

Fui logo atender, sem me preocupar em colocar a roupa nem nada, estava sozinho em casa mesmo.

Então eu fiquei la em pé, bem no meio da sala-de-estar, peladão, pronto para atender o telefone. Não deu outra: assim que coloquei o maldito telefone na orelha, eis que as luzes se ascendem e ouço gritos em unissono:

– Surpresa!

Minha família toda estava lá, escondidos estrategicamente atrás de sofás e paredes. Que perspicazes!

Um silêncio se fez em toda a sala durantes um minuto e então minha avó foi a primeira a tomar partido:

– Oh, meu deus! Toma vergonha, menino! – e se virou acompanhada de uma de minhas tias.

Depois disso foram só rizos. E assim que esses malditos sons começaram, corri com o pênis balançando até o meu quarto, para tentar colocar uma roupa.

Até hoje, muito tempo depois, ainda sou história entre a família.

Anúncios